007 - Quantum of Solace

Assisti ao último filme do James Bond, o Quantum of Solace. Calma, Internet, ainda sou a sua boa e velha garota, adoro filme de zumbis, odeio musicais... Mas matei aula e o cinema estava de três reais, então 007, aí vamos nós.

O que tem no novo filme?

Explosões – muitas.
Cenas de perseguição – uma porrada.
Carros e tecnologia – siiiiiiiiiiiim.
Martini, armas, garotas bonitas - Checado, checado, checado.
Um tema recorrente, como, digamos assim... o problema da falta de água - Oh, Yes.

Então, foi um Bond-filme? Nah... Não acredito no Daniel Craig como James Bond. Ele não é bonito, não fuma, deixou de dizer a frasezinha clichê-mas-importante “my name is Bond, James Bond” (talvez porque ele não faça jus?) e deixou de comer uma garota. Logo, vou dizer que quanto aos James Bond, faço as palavras do Sickboy do Trainspotting minhas:


Nenhum chega aos pés do carisma do Sean Connery. Nenhum. Bang Bang.


33 comentários:

Natália Nunes disse...

não vi.
mas não vim aqui para falar sobre isso e sim sobre o novo layout: A-DO-REI!


=*

Alexandre disse...

Ainda não vi, e nem pretendo pra falar a verdade. rs

Nessa seara eu prefiro muito mais o Jason Bourne. Aliás, parece que vai rolar mais um filme da série.

afobório disse...

olá.


obrigado pela sua visita mais uma vez, quanto ao teu post eu curto o jeito como você escreve neles, é diverdito, um exemplo de crítica muito maneira que não degrada, apenas fala e fala muito bem, e como todas as pessoas do mundo você tem uma opinião, a diferença é que você tem a medida certa das palavras.

e o Bond e o Bond, hahahaha.
mas falo daquele Bond clássico que por tantas vezes vi dentro e fora do cinema.


sorte e luz.

João da Silva disse...

Vim agradecer pela visita e então encontrei um blog super legal, que merece leitura mais atenta - o que vou começar a fazer, de agora em diante, com freqüência.
Quanto a esta postagem, já concordo integralmente!
Beijinhos carinhosos do João

Cristina disse...

Num primeiro momento eu fiquei pensando: o que tem a ver o carinha do Trainspotting com o 007?

Garota no hall disse...

Vou esperar o DVD sair para assistir. Não tenho paciência para os filmes do 007.

Lela disse...

olha, o pierce brosnan até que descia, mas nada como sean connery!

fabiana disse...

Tenho pavor do Daniel Craig! Pavor!

Junkie careta disse...

É isso aí baby, Sean Connery rules!

Viu a Gabi,é?

Não seria por falta de atributos dela, né?

Poesia é isso mesmo,essa possibilidade de ver o que vc quiser.

E aí ? o que vou ver no próximo fim de semana?

Bjo

Silvinha disse...

Sean Conery é imbatìvel, é o charme de Bond personificado. Mas eu gostei do filme e, relutantemente, gostei do Daniel Craig como Bond. P/ mim, ele conseguiu sair do clichê e fazer um novo Bond, um quase-psicopata-Bond. Até de sua total falta de exprsssão facial eu gostei. E, convenhamos, o cara é, como posso dizer?... Em forma.

Beijo!

Extase disse...

mesmo assim vou dar minha conferidinha, adoro o bond, james bond, não dá para deixar de assistir.

Surfista disse...

Daniel Craig é o 007 do século XXI, ele é o mais humano de todos. Ele é bruto, vingativo, frio, falho, triste e comprometido.

Roger Moore foi o mais cínico.
Timothy Dalton foi o mais chato.
Pierce Brosnan foi o mais elegante.
George Lazemby foi um erro.

Sean Connery é o cara a ser copiado. Ele é o 007 e ponto!

Cami disse...

O quêeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee???????
Nem BOnd, James Bond, ele fala????
Mas que viadice!
Ainda bem que frequento teu blog, assim fiquei sabendo dessa coisa tosca no James Bond e não vou precisar gastar 10 pilas no cinema.

Caraca, prefiro mesmo os James Bonds mais jurássicos. Sean Conery é mais legal.

Bjão, linda!

D.Ramírez disse...

Faz tempo q nao vejo Bond...e apesar de nao locar mais, é pura verdade: Sean Conery é o unico James Bond de verdade.
Besos

Homero, O Truculento disse...

Na boa,

Mais hardcore e menos elegante, enfim melhor.
Até porque nunca curti esse filmes de James Bond, até ver Cassino Royale.

A musiquinha de abertura do Jack White é uma boa bosta.

Mas aquelas animaçãozinhas sempre são maneiras, mas não tem nada que ver com o filme.

Impressionante como om esteriótipo para qualquer país da América Latina, continua o mesmo dos tempo do Sean Conery.

Mwho disse...

Sun,
Você foi muito boazinha com o filme...
O Daniel Craig não deixa os homens com inveja e dá até uma certa pena dele no final: contracena com a maior gata e só consegue uma bicotinha... A única que ele fatura é uma ruivinha meio esquisita que morre afogada no piche no dia seguinte...
Acho que ele prefere ficar trocando porrada do que ter um romance com as espiãs...
Carros, só uma perseguição beirando o ridículo no começo em que os inimigos encostam as metralhadoras na nuca do 007 umas 30 vezes e erram o alvo...
Duro de assistir...

Bruno disse...

Dia desses fiquei tentando contar a idade do James Bond, se contarmos a partir do original, claro.
Acho que ele chegou a comer a Dercy nos tempos aureos.

Edna Federico disse...

Amigos,

Que Jesus se faça presente em cada lar, em cada coração e em cada ceia neste Natal.
Beijos

Edna Federico disse...

Que 2009 lhe traga sentimentos, momentos e pessoas boas!
Beijo

Jana disse...

Não vi, nem verei.
Não acredito em um James que não fuma.

:)

Momentos...volupté! disse...

Muito show seu blog...espero aproveitar bastante minhas férias para conhecer blogs interessantes como o seu...Parabéns!!!

Calebe disse...

Sean Conery é foda. Só de ver a cara do - novo - sujeitinho bond, desistir de ver o filme! ainda sabendo que o cara nem fuma, e ainda deixa as mulheres broxarem na cama... nahhhh

O legal é Sean Conery. Esse povo devia começar a pegar umas aulinhas com o tio, podiam, inclusive começar vendo armadilha, que é um filme duca!


*ah, também sou como você, fascinada por cinema. mas minha maior diversão é roubar doce de criancinhas "inocentes" (que, naturalmente, dançam funk) e derrubar sorvete das menininhas pseudo-barbies! Ié!!

Abs (vou pro teu outro blog, gostei daqui...)

fab disse...

Eu já não estava com muita vontade de assistir e agora depois dessa sua declaração a vontade diminuiu mais ainda.

Junkie careta disse...

E esse seu sorriso jocoso,quase cinematográfico? em que filme eu vi?
Uma Thurman?Kill Bill?

Passei para agradecer a sua generosidade e cumplicidade no decorrer do último ano e te convidar para dividir comigo a primeira emoção do ano no spleen.

Um 2009 repleto de poesia em sua vida.

Bjo

Emerson Souza disse...

Oie,
Eu achei o Cassino Royale o melhor filme da série (nem sei quantos vi) justamente por causa do Craig. Quando ele foi escolhido para o Bond tb achei estranho, afinal o cara não faz o estilo galã que permeia o personagem. Mas ao ver o filme vi um Bond loucopsicóticoneuróticodeguerra que pode matar ou “ morrer” a qualquer momento e, este sim, se encaixou perfeitamente no ator.
O Quantum of Solace não foi melhor que o anterior, mas gosto da nova linha do personagem.
Ah, mas vale a pena ressaltar que a minha linha é mais o “Vick Cristina em Barcelona” (que é muiiiiito melhor).
Bjus e desculpe-me a invasão.

Luiz Gonzaga disse...

Pode até não falar a frasezinha, agora... NÃO COMER NINGUÉM!!!
Assassinato de nostalgia!
Valeu!

Cecilia disse...

Não consigo gostar de James Bond. Me irrito só no trailer. Mas quem sabe um dia eu alugue algum do Sean Connery e curta bastante?

Quanto ao texto abaixo, sensacional. E Bette Davis é a rainha para sempre.

Flavio Ferrari disse...

D'accord ...

Fabrício Romano disse...

Ah, meu, o Daniel tem cara de mau e fez um traficante bacana num outro filme. Aquele Pierce Brosnan não servia nem pra fazer comercial de rególio. Também concordo com o Simon David Williamsom, sobre o Sean, mas temos que nos contentar com os pivos.
Valeu pela visita, é nóis no e-blogue...
bjs...

francinebittencourt disse...

Sua descrição é simplesmente o máximo, amei queria ser um cachorro tbm. ahhah e ah, "também escrevo minha vida na internet!" thanks pela visita amei seu blog. bjs Fran

.Dazinha. disse...

Não vi e não pretendo ver, e a propósito Sickboy para james bond!
hahahahaha.


Beijao Florzinha!

Flavih Jones disse...

Daniel Craig definitivamente acabou com a graça do Bond, James Bond.
Falta nele o charme e o jeitão de homem do Sean Connery.

Maldito disse...

To doido pra ver esse tb,...o ultimo eu nao gostei muito não!
Inté!